Brasão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul
ALEMS no combate ao Coronavírus

Apoio ao pequeno produtor rural é primordial para conter a crise, destaca Renato Câmara

Imagem: Deputado Renato Câmara cobra ação afirmativa do governo federal para movimentar a agricultura familiar durante a crise, através do Programa de Aquisição de Alimentos
Deputado Renato Câmara cobra ação afirmativa do governo federal para movimentar a agricultura familiar durante a crise, através do Programa de Aquisição de Alimentos
27/03/2020 - 16:25 Por: Henrique de Matos - Assessoria   Foto: Toninho Souza

Com objetivo de fortalecer a economia dos municípios do interior do Estado, que têm a atividade rural como um dos principais pilares para geração de emprego e renda, o deputado estadual Renato Câmara (MDB) encaminhou ofício nesta quinta-feira (26) à ministra Tereza Cristina Corrêa da Costa, solicitando ao Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) a destinação de recursos para a compra de alimentos dos produtores participantes do PAA (Programa de Aquisição de Alimentos) em Mato Grosso do Sul. O programa é administrado pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento).

O PAA prevê a compra dos alimentos produzidos pela agricultura familiar para atender famílias em situação de insegurança alimentar e nutricional e os atendidos pela rede socioassistencial, como hospitais, asilos, APAE’s, Pestalozzi e demais entidades não-governamentais.

O deputado destaca que a injeção de novos recursos no PAA é uma estratégia importante para diminuir os danos da crise econômica provocada pelo covid-19.  Segundo ele, por meio do programa é possível colocar recursos na economia, através da compra de produtos diretamente do pequeno produtor e da distribuição destes alimentos, conforme prevê a lei, às entidades filantrópicas que prestam serviços relevantes para a sociedade.

Além de gerar renda e dar destinação aos produtos da agricultura familiar, a ideia de Renato Câmara tem o objetivo de ampliar os estoques de alimentos para serem doados a famílias mais necessitadas neste momento de enfrentamento ao coronavírus.

 “Estas ações devem ser imediatamente realizadas e têm um caráter preventivo e emergencial. A guerra já começou, mas não sabemos qual é a sua proporção. Por isso, medidas como essas precisam ser implementadas para garantir a comercialização dos alimentos da pequena propriedade e ampliar os estoques de mantimentos para atender às famílias mais impactadas com a crise”, enfatizou.

As matérias no espaço destinado à Assessoria dos Parlamentares são de inteira responsabilidade dos gabinetes dos deputados.