Brasão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul
ALEMS no combate ao Coronavírus

Ex-presidente da Assembleia Legislativa, Roberto Orro, falece em Campo Grande

Imagem: O ex-presidente da Assembleia Legislativa será sepultado em Aquidauana
O ex-presidente da Assembleia Legislativa será sepultado em Aquidauana
24/11/2020 - 09:22 Por: Christiane Mesquita    Foto: Luciana Nassar/Arquivo ALEMS

Com grande pesar, a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS) lamenta a perda do ex-presidente e deputado constituinte Roberto Orro, uma referência para a política sul-mato-grossense. Roberto Moaccar Orro faleceu na noite dessa segunda-feira (23), em Campo Grande, aos 83 anos de idade, devido a uma hipertensão craniana. Orro lutava há alguns anos contra diversos problemas de saúde, tendo sido internado várias vezes nos últimos meses. Os deputados fizeram um minuto de silêncio ao início da sessão desta terça-feira (24). 

O presidente da ALEMS, Paulo Corrêa (PSDB), lamentou esta grande perda para o cenário político estadual. "Com pesar recebemos a notícia do falecimento do ex-deputado e ex-presidente da ALEMS, Roberto Orro, pai do nosso nobre colega Felipe Orro. Roberto era um homem à frente de seu tempo, com uma história de vida entrelaçada ao Mato Grosso do Sul, e com uma bandeira de atuação que já deixou um legado para toda sociedade. Sua luta pelo meio ambiente, na defesa do Pantanal que tanto amava, sua paixão pelo debate de ideias e pela democracia, e seu incessante trabalho por sua região e seu Estado ficarão marcados eternamente na memória de todos que tiveram o privilégio de convivo com este grande homem público. Perde o Estado, perde o Brasil!", declarou.

Roberto Orro exerceu o mandato de deputado estadual na ALEMS por quatro  vezes, e foi presidente da Casa de Leis na 5ª Legislatura, em sua primeira composição de Mesa Diretora, de fevereiro de 1995 a janeiro de 1997. Sob seu comando, houve uma sessão solene que inaugurou a integração do Parlamento Estadual à internet, o que possibilitou um maior acesso da população a todo o trabalho e ação desempenhada pelos deputados estaduais de Mato Grosso do Sul.

Em 1986, foi eleito suplente de senador e assumiu a Secretaria de Justiça do Estado. Sua trajetória política foi marcada pela defesa dos direitos humanos, pela luta em favor da anistia e pela redemocratização do país. Roberto Orro deixa duas filhas e um filho, o deputado estadual Felipe Orro (PSDB), 9 netos e uma bisneta. O corpo será transladado para Aquidauana ainda esta manhã, onde será sepultado após cerimônia íntima.

Homenagem


Obliteração do selo alusivo aos 40 anos da Assembleia Legislativa

A última homenagem recebida na Assembleia Legislativa foi em 25 de junho de 2019, dirigida aos deputados que promulgaram a primeira Constituição do Estado, e também componentes da 1ª Legislatura da Casa de Leis (1979/2003). Presente no evento em que foi comemorado os 40 anos do Poder Legislativo, participou da obliteração de selo alusivo aos 40 anos da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul e promulgação da 1ª Constituição de Mato Grosso do Sul.

 

 

Carta Magna


Orro elaborou a primeira constituição estadual, junto aos outros constituintes

Deputado constituinte, Roberto Orro também contribuiu com a elaboração da primeira Constituição estadual, promulgada no dia 13 de junho de 1979, em solenidade presidida pelo deputado Londres Machado, quando a Assembleia Constituinte passou a ser denominada Assembleia Legislativa e os deputados constituintes tornaram-se deputados estaduais.

 

 

* Com informações da Assessoria Parlamentar

Permitida a reprodução do texto, desde que contenha a assinatura Agência ALEMS.
Crédito obrigatório para as fotografias, no formato Nome do fotógrafo/ALEMS.