ALEMS no combate ao Coronavírus

Lideranças partidárias aliaram esforços para superar crise em MS

Imagem: Novas práticas foram implantadas, seguindo a ciência e as medidas e protocolos de biossegurança
Novas práticas foram implantadas, seguindo a ciência e as medidas e protocolos de biossegurança
17/12/2021 - 09:38 Por: Heloíse Gimenes   Foto: Luciana Nassar e Wagner Guimarães

Em junho de 2021, Mato Grosso do Sul registrou 44.686 casos de Covid-19. A partir de então, os números têm abaixado a cada mês com o desenvolvimento do programa de vacinação no Estado. Mesmo diante do quadro sombrio e incerto da pandemia, a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS) não parou e desempenhou um papel crucial na aprovação de medidas para lidar tanto com a saúde pública quanto com as consequências econômicas.


O deputado  Marcio Fernandes é o líder do Bloco Parlamentar G-9

Os líderes partidários uniram-se rapidamente para focar nas questões de emergência e ajudar o Governo do Estado e a sociedade a saírem o quanto antes da crise. E, assim, foram apresentados vários projetos de combate à disseminação do vírus, de resposta da saúde à crise e de medidas econômicas. Para isso, foram utilizadas ferramentas de tecnologia para realizações das sessões plenárias, das comissões e das frentes parlamentares.

“Neste ano tivemos diversos projetos de importância para Mato Grosso do Sul. Considero que fizemos um bom trabalho, atendendo as necessidades da população e fazendo o Estado crescer ainda mais. Com o avanço da vacinação, esperamos que seja retomada, de forma gradual, a normalidade, não apenas no Parlamento como na sociedade em geral. Essa pandemia veio para nos ensinar muito, acredito que a tecnologia é uma grande aliada neste processo e devemos levar para o próximo ano”, destacou o líder do Bloco Parlamentar G-9, deputado Marcio Fernandes (MDB).


Londres Machado é o líder do Bloco Parlamentar G-10

A união de diferentes partidos num compromisso que atendeu às necessidades do Estado mostrou que a democracia representativa funciona eficazmente durante uma crise. “O G10, formado por parlamentares de diversos partidos, mantém o seu compromisso de estar sempre presente para atender os anseios e as expectativas da população de todo Estado, com um trabalho altamente comprometido com a cidadania. Nós do grupo participamos deste ano de 2021 dos grandes momentos em que o Estado necessitou de nossa presença para análise de propostas, aprovação de projetos e cumprimento daquilo pelo qual fomos honrados pela confiança da população. Quero dizer a todos os sul-mato-grossenses que estivemos sempre atentos para ouvir e encontrar soluções às reivindicações feitas ao Parlamento Estadual. Agradecemos a Deus que tem nos dado força e vigor para continuar essa jornada e completar nossa missão", afirmou Londres Machado (PSD), líder do Bloco Parlamentar G-10.


Professor Rinaldo, líder do PSDB, e Mara Caseiro, líder do governo

Única representante mulher no Parlamento Estadual e líder do governo, deputada Mara Caseiro (PSDB) faz um balanço positivo de 2021 e, ao refletir sobre o futuro, enxerga as oportunidades deixadas pela crise. “A pandemia da Covid-19 criou desafios únicos para a continuidade das funções parlamentares. O Legislativo precisou se adequar ao momento, realizando sessões e reuniões online. Foi uma aprendizagem rápida e urgente, que nos mostrou a importância de termos na Casa de Leis, uma equipe de gerenciamento de crise, composta por membros de alto nível da administração parlamentar. Essa equipe pode, por exemplo, permanecer em comunicação regular com as agências locais de saúde pública para garantir que estejam recebendo as informações e orientações mais atuais e, com base nessas informações, estudar e implementar as medidas necessárias”. 

Para o deputado professor Rinaldo, líder do PSDB, em meio ao caos gerado pela pandemia a ALEMS provou sua resiliência e sua capacidade de adaptação. “Os deputados e servidores tiveram um desempenho grandioso à luz dos desafios impostos pela Covid-19. A impressão que as pessoas têm sobre o trabalho remoto é a diminuição da produção, mas foi exatamente o contrário. Diminuímos os gastos, mas os trabalhos foram exaustivos. Nunca apreciamos, apresentamos e votamos tantos projetos e requerimentos como neste ano. Cumprimos coma a nossa missão em dar respostas às demandas que vieram de todos os setores da sociedade”, ressaltou Rinaldo.

Permitida a reprodução do texto, desde que contenha a assinatura Agência ALEMS.
Crédito obrigatório para as fotografias, no formato Nome do fotógrafo/ALEMS.