ALEMS no combate ao Coronavírus

Com trabalho de Cel David, concurso da Polícia Penal coleciona nomeações em MS

Imagem:
16/12/2021 - 10:28 Por: Assessoria Coronel David    Foto: Agepen - MS

Mais uma conquista para a segurança pública de Mato Grosso do Sul. Na última quarta-feira (15.12) o governador Reinaldo Azambuja nomeou para cargos efetivos 54 candidatos aprovados no concurso da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen/MS).

“Parabenizo os novos policiais penais por esta nomeação e quero reforçar que luto por esta causa desde 2016 quando o certame foi iniciado. Foram mais de mil candidatos aprovados que reforçaram as forças de segurança do nosso Estado até o momento e vamos continuar lutando para que outros 270 candidatos realizem um novo curso de formação, pois criamos agora a Polícia Penal e precisamos de mais servidores no sistema penitenciário”, comentou Coronel David.

Esta é a sexta nomeação de aprovados no concurso de 2016 da Agepen. A primeira ocorreu em abril de 2017, quando 200 pessoas foram nomeadas. Na segunda convocação, em junho do mesmo ano, 120 novos servidores foram integrados. Já na terceira fase, em fevereiro de 2018, 85 aprovados passaram a fazer parte do quadro permanente de pessoal da Agência. Em setembro de 2019, a quarta convocação nomeou outros 200 candidatos. Por fim, em julho do ano passado, foram nomeados para cargos efetivos 253 candidatos.

Criação da Polícia Penal

Na última Quarta-feira (08.12), a Assembleia Legislativa votou por unanimidade com 21 votos, em segunda discussão e votação ao Projeto de Emenda Constitucional 8/2019, de autoria do deputado estadual Coronel David, que criou a Polícia Penal em MS. A PP, que já está inserida no artigo 40 da Constituição Estadual terá caráter de instituição permanente, segundo o texto da PEC, que ainda determina que caberá a ela a segurança interna e externa dos estabelecimentos penais, preservação da ordem e disciplina no Sistema Penal e a escolta de condenados ou presos provisórios.

As matérias no espaço destinado à Assessoria dos Parlamentares são de inteira responsabilidade dos gabinetes dos deputados.