Brasão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul Brasão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul

Vilipêndio religioso: Vaz repudia especial da Netflix

Imagem:
12/12/2019 - 14:18 Por: Márcia Caetano   Foto: Israel Santos

O deputado estadual Antônio Vaz (Republicanos-MS) se manifestou na tribuna, durante a sessão plenária desta quinta-feira (12) para repudiar o enredo do filme 'A Primeira Tentação de Cristo'. A obra satiriza o retorno de Jesus após 40 dias de jejum no deserto. A encenação do grupo Porta dos Fundos é um especial de natal que está em exibição na Netflix.   

Para o parlamentar o filme do Porta dos Fundos satiriza a vida de Jesus Cristo e  enquadra como prática de intolerância e vilipêndio religioso.

“Não se pode confundir liberdade de expressão, de manifestação artística com a ofensa a uma crença”, ressaltou Antônio Vaz. Para o deputado, nenhum direito é absoluto e nem deve ser usado para a prática de ilícitos. “Em repúdio a essa obra, eu mesmo já cancelei minha assinatura do canal Netflix. O patrocinador desta produção cinematográfica que zomba e vilipendia o Senhor precisa sentir no bolso as consequências deste desrespeito” completou Vaz.

Antônio Vaz é autor do Projeto de Lei que pretende criminalizar o vilipêndio de dogmas e crenças relativas à religião cristã sob a forma de sátira, ridicularização e menosprezo, em tramitação na Assembleia Legislativa de MS. O deputado republicano pediu empenho dos seus pares para a aprovação da lei de sua autoria.

 

As matérias no espaço destinado à Assessoria dos Parlamentares são de inteira responsabilidade dos gabinetes dos deputados.