Brasão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul Brasão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul

Documentário retrata história da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras

Imagem: Trecho do documentário que será exibido pela TV ALEMS
Trecho do documentário que será exibido pela TV ALEMS
19/02/2020 - 17:43 Por: João Grilo   Foto: Divulgação TV ALEMS

A Academia Sul-Mato-Grossense de Letras, também conhecida como ASL, possui 40 cadeiras ocupadas por pessoas de diversas áreas, mas que têm em comum a paixão pela literatura e vários livros publicados. Sua história é contada no documentário realizado pela TV ALEMS, que estreia nesta quinta-feira (20), às 15h30. 

Difundir a produção literária regional, levando-a aos mais distintos lugares de Mato Grosso do Sul, bem como incentivar o contato humano com o livro são duas das principais bandeiras levantadas pela ASL ao longo de mais de quatro décadas. Os acadêmicos, ao serem empossados na instituição, passam a ser carinhosamente chamados de imortais. 

Essa importante entidade que presta serviços relevantes à população, acirrando seu intelecto literário para obras regionais, foi fundada em 30 de outubro de 1971 pelo imortal Ulysses Serra, com o nome de Academia de Letras e História de Campo Grande, tendo como cofundadores José Couto Vieira Pontes e Germano Barros de Sousa. Logo foram incorporados outros intelectuais, como J. Barbosa Rodrigues, Júlio Alfredo Guimarães, Hugo Pereira do Vale e Antônio Lopes Lins.


Prédio da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras

A Academia de Letras e História de Campo Grande, que hoje é a ASL, foi justamente fundada dias após o lançamento do livro ‘Camalotes e Guavirais’, escrito por Ulysses Serra. Esse acontecimento, realizado no Hotel Campo Grande, causou uma verdadeira comoção na sociedade campo-grandense e por conta disso, seu autor ficou bastante empolgado com a difusão da obra literária, decidindo por fundar a instituição. 

No entanto, a Academia de Letras e História de Campo Grande, futura ASL, foi instalada apenas em 13 de outubro de 1972 durante sessão solene no salão nobre do Hotel Campo Grande. Ulysses não pôde estar presente nesta solenidade em decorrência do falecimento, porém o evento foi bastante prestigiado, tendo contado com as presenças marcantes de Ivan Lins, representando a Academia Brasileira de Letras e Hernâni Donato a Academia Paulista de Letras. 

Após a divisão do Estado, a instituição passou a se chamar Academia Sul-Mato-Grossense de Letras e de lá até agora o legado de Ulysses Serra de propagar o movimento literário e aproximá-lo das pessoas vem sendo feito com bastante atenção por seus acadêmicos, por meio de ações que envolvem a participação da sociedade. 

Chá Acadêmico e Roda Acadêmica – São dois eventos realizados regularmente pela ASL, destinados a aproximar a população da academia. No primeiro, realizado toda primeira segunda-feira de cada mês, tanto acadêmicos quanto a sociedade em geral debatem literatura regional e ao fim se confraternizam com um chá. Já na Roda Acadêmica, os acadêmicos debatem obras de escritores falecidos que já passaram pela academia. 

Além disso, a ASL ainda promove os concursos de contos Ulysses Serra e poesia Oliva Enciso, com premiações em dinheiro. Para o público, a academia ainda dispõe do Suplemento Cultural, publicado aos sábados no jornal Correio do Estado, e também da coleção de revistas que contam, por meio de textos de acadêmicos, um pouco da literatura regional e a própria história da ASL. 

Atualmente a diretoria da ASL é formada pelos acadêmicos Henrique de Medeiros (presidente), Raquel Naveira (vice-presidente), Rubenio Marcelo (secretário-geral), Samuel de Medeiros (secretário), Elizabeth Fonseca (1ª tesoureira) e Valmir Batista Corrêa (2º tesoureiro). 

Documentário – Produzido pelo jornalista João Humberto, que também fez as entrevistas e a edição de texto, o documentário sobre a ASL conta com imagens dos cinegrafistas Cleber Pessoa, Kleber Teotonio e Osmar Chagas, e edição de imagens de Fernando Souza. 

O documentário sobre o Academia Sul-Mato-Grossense de Letras será exibido na grade de programação da TV ALMS em horários livres no canal 9 da NET e também no canal do YouTube e neste endereço.

 

Permitida a reprodução do texto, desde que contenha a assinatura Agência ALEMS.
Crédito obrigatório para as fotografias, no formato Nome do fotógrafo/ALEMS.