Brasão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul
ALEMS no combate ao Coronavírus

Parlamentar aciona MPE após denúncia de moradores do bairro Dom Antônio

Imagem: Pedro Kemp denunciou mau cheiro insuportável que teria sido produzido pela empresa de fertilizantes Organoeste
Pedro Kemp denunciou mau cheiro insuportável que teria sido produzido pela empresa de fertilizantes Organoeste
06/04/2021 - 12:18 Por: Assessoria parlamentar   Foto: Luciana Nassar/TV ALEMS

O deputado estadual Pedro Kemp (PT) recebeu denúncia de mau cheiro insuportável que teria sido produzido pela empresa de fertilizantes Organoeste, situada na região do Dom Antônio, em Campo Grande. Como o problema ambiental atinge os moradores da região, que engloba a população do Los Angeles, Parque do Sol,  Jardim Centenário , Morada do Sol, Colorado, Pênfigo e Conjunto Residencial José Teruel Filho, na sessão desta terça-feira (6), o parlamentar apresentou indicação e cobrou a solução urgente para o problema por parte do Ministério Público, Defensoria Pública, Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana e à Coordenadoria de Vigilância Sanitária de Secretaria Municipal de Saúde.

“Solicitamos medidas administrativas ou judiciais para que seja feito o controle da poluição ambiental atmosférica produzida pela emissão de gases provenientes do armazenamento e compostagem de resídulos de animais no local. Isso acarreta mau cheiro insuportável de carne em deteriorização e problemas de saúde para a população. As pessoas não conseguem dormir por causa do forte odor”, afirmou Kemp.

A região, que já enfrenta o mau cheiro decorrente do aterro sanitário – Unidade de Tratamento de Resíduos – passou a viver, segundo os moradores, “uma situação desesperadora com a instalação da usina de compostagem Organoeste”. De acordo com o documento apresentado pelo parlamentar, “o Lixão sempre esteve ali, mas não havia um cheiro tão forte assim. Depois da instalação da fábrica de fertilizantes, quando reviram o adubo, o cheiro fica mais forte”.

O documento foi encaminhado para a 42ª Promotoria de Justiça de Campo Grande, promotora Andréia Cristina Peres da Silva, Defensoria Pública Estadual do Meio Ambiente, Amarildo Cabral e para a CVS, Coordenadoria de Vigilância Sanitária.

Permitida a reprodução do texto, desde que contenha a assinatura Agência ALEMS.
Crédito obrigatório para as fotografias, no formato Nome do fotógrafo/ALEMS.