Brasão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul
ALEMS no combate ao Coronavírus

Parlamentares devem apreciar três projetos de lei na Ordem do Dia desta quarta-feira

Imagem: Sessão ordinária tem início a partir das 9h e é transmitida ao vivo pelos canais oficias de comunicação da ALEMS
Sessão ordinária tem início a partir das 9h e é transmitida ao vivo pelos canais oficias de comunicação da ALEMS
07/04/2021 - 07:00 Por: Evellyn Abelha   Foto: Luciana Nassar

Três projetos de lei devem ser votados pelos deputados da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), na Ordem do Dia desta quarta-feira (7). A sessão ordinária tem início a partir das 9h. A votação pode ser acompanhada ao vivo pelo canal 9 da Claro Net TV, TV ALEMSYoutubeFacebookRádio ALEMS e aplicativo Assembleia MS (Android/iOS). 

Redação final

O Projeto de Lei 91 de 2020, proposto pelo deputado Zé Teixeira (DEM), dispõe sobre o afastamento remunerado de servidoras estaduais vítimas de violência sexual, familiar ou doméstica e dá outras providências. O texto prevê acesso prioritário à remoção da servidora, com deslocamento no âmbito do mesmo quadro, com ou sem mudança de sede, podendo ocorrer de uma secretaria para outra; de secretaria para órgão diretamente subordinado ao governador e vice-versa; de um órgão diretamente subordinado ao governador para outro da mesma natureza; ou de uma localidade para outra, dentro do território do Estado.

2ª discussão

De autoria do deputado Herculano Borges (Solidariedade), o Projeto de Lei 24 de 2020 dispõe sobre a Carteira de Identificação Estudantil de Mato Grosso do Sul (Ciems). O documento propõe, preferencialmente, uma carteirinha em formato digital que comprovará a condição de discente em todo território estadual. Os pareceres da Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia e da Comissão de Serviço Público, Obras, Transporte, Infraestrutura e Administração foram favoráveis à proposta.

Já o Projeto de Lei 11 de 2021, do Poder Executivo, autoriza a Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (Agehab-MS), a regularizar, por remissão do saldo devedor, os contratos firmados entre os beneficiários e o extinto Instituto de Previdência Social de Mato Grosso do Sul (Previsul). A Comissão de Serviço Público, Obras, Transporte, Infraestrutura e Administração e a Comissão de Finanças e Orçamento emitiram pareceres favoráveis ao projeto.

Permitida a reprodução do texto, desde que contenha a assinatura Agência ALEMS.
Crédito obrigatório para as fotografias, no formato Nome do fotógrafo/ALEMS.