Brasão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul
ALEMS no combate ao Coronavírus

Homenageado na ALEMS, ministro do Paraguai destaca relação positiva com MS

Imagem: Deputado Paulo Corrêa, presidente da ALEMS, recebeu o ministro Luis Alberto Castiglioni na manhã desta quarta-feira
Deputado Paulo Corrêa, presidente da ALEMS, recebeu o ministro Luis Alberto Castiglioni na manhã desta quarta-feira
22/09/2021 - 15:20 Por: Osvaldo Júnior   Foto: Cyro Clemente

O ministro da Indústria e Comércio do Paraguai, Luis Alberto Castiglioni, recebeu, na manhã desta quarta-feira (22), o título de Ilustre Visitante, durante solenidade realizada na Sala da Presidência, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS). A honraria foi entregue pelo presidente da Casa de Leis, deputado Paulo Corrêa (PSDB), propositor da homenagem. Durante seu discurso de agradecimento, Castiglioni destacou a relação positiva do Paraguai com o Brasil e, de modo especial, com Mato Grosso do Sul.


Castiglioni ressaltou a interação positiva entre o Paraguai e MS

“Com muita satisfação, concedemos ao ministro da Indústria e do Comércio do Paraguai, Luís Alberto Castiglioni, o título de Ilustre Visitante pelo brilhante trabalho em prol do fortalecimento da integração de cadeias produtivas e fomento do comércio de produtos e serviços entre ambas nações”, afirmou o deputado Paulo Corrêa. O ministro agradeceu a homenagem e falou da proximidade com Mato Grosso do Sul, destacando, nessa relação, a ponte internacional sobre o rio Paraguai, que ligará as cidades de Porto Murtinho e Carmelo Peralta.

“Temos muita fé no enorme potencial a ser desenvolvido na relação entre Mato Grosso do Sul e a República do Paraguai”, afirmou o ministro. De acordo com Castiglioni, a proximidade do Paraguai com Mato Grosso do Sul tem avançado bastante nos últimos anos. “Em pouco tempo, de 2018 para cá, temos caminhado muito positivamente em muitos aspectos na integração do Paraguai com Brasil e, particularmente, com esta parte do Brasil com tão grande potencial, que é o estado de Mato Grosso do Sul”, realçou.


Ministro Luis Alberto Castiglioni (no centro) em reunião na FIEMS

Essa proximidade é importante para o desenvolvimento dos dois lados da fronteira, conforme considerou o ministro. Em relação à ponte internacional, Castiglioni considera que o empreendimento “impacta de maneira contundente o estado de Mato Grosso do Sul”. De acordo com o ministro, a ponte irá fomentar diversas cadeias produtivas, como a da celulose, florestal, de carne, de cimento, beneficiando tanto o Paraguai quanto o Brasil, especialmente Mato Grosso do Sul.

Também participaram da solenidade outras autoridades praguaias: o vice-presidente de Indústria, Ramiro Samaniego, a diretora nacional da Red de Inversiones y Exportaciones (REDIEX), embaixadora Estefanía Laterza, o embaixador do Paraguai em Brasília, Juan Ángel Delgadillo, primeiro-secretário, Fernando Lopez-Closs, o adido comercial no Brasil, Sebastian Bogado, e o secretário privado do ministro, Francisco Monges.

Na sua agenda de compromissos em Campo Grande, o ministro se encontrou, nesta tarde, com empresários em reunião realizada na sede da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (FIEMS). O presidente da ALEMS, Paulo Corrêa, também participou da reunião.

Permitida a reprodução do texto, desde que contenha a assinatura Agência ALEMS.
Crédito obrigatório para as fotografias, no formato Nome do fotógrafo/ALEMS.