Brasão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul

Rinaldo elogia reforma da escola Teotônio Vilela realizada por presos

Imagem: Deputado afirmou que a iniciativa é exemplo para o Brasil
Deputado afirmou que a iniciativa é exemplo para o Brasil
09/04/2019 - 12:17 Por: Ana Maria Assis   Foto: Luciana Nassar

O deputado Professor Rinaldo (PSDB) usou a tribuna na manhã desta terça-feira (9) para elogiar o projeto “Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", o qual inaugurou ontem a reforma da Escola Estadual Teotônio Vilela.  O projeto destina a mão de obra prisional dos presos para reformar as escolas públicas de Campo Grande e é fruto de uma parceria entre a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), Secretaria de Estado de Educação (SED) e o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS).

Para o Professor Rinaldo, além da revitalização da escola, que provoca a satisfação de alunos e professores, a iniciativa concede uma oportunidade de ressocialização aos presos. “Esse projeto, pioneiro, deve servir de exemplo para todo o país”, disse o deputado elogiando o trabalho do juiz Albino Coimbra Filho, o idealizador do projeto.

O deputado Cabo Almi (PT), que mora na região da escola Teotônio Vilela, também comemorou a reforma. “Ontem na inauguração da escola percebi a felicidade no semblante de professores e alunos. Essa parceria entre governo e judiciário garantiu a aplicação de recursos com responsabilidade, e ficou claro que temos meios de dar uma oportunidade de ressocialização aos detentos”, afirmou o parlamentar.

Líder do governo, o deputado Barbosinha (DEM) também comentou o sucesso do projeto. “O nosso estado é o que mais tem presos trabalhando e estudando. Fazemos aquilo que preconiza a lei, a pena recuperadora. Além do projeto ‘Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade’, temos o projeto ‘Mãos que constroem’, sendo que já foram revitalizadas uma delegacia no bairro Moreninhas e outra em Ponta Porã”, disse Barbosinha.

A escola Teotônio Vilela é a 10ª escola reformada pelo projeto que já gerou uma economia aos cofres públicos que ultrapassa os R$ 7 milhões, além de beneficiar mais de 8.800 alunos.

Permitida a reprodução , desde que contenha a assinatura "Agência ALMS".
Crédito obrigatório para as fotografias, no formato "Nome do fotógrafo/ALMS".