Brasão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul

Deputados apresentam proposta de incentivo ao uso do GNV em veículos de MS

Imagem: Gerson Claro e Lucas de Lima são autores de proposta que beneficia quem deseja converter ou comprar veículos GNV
Gerson Claro e Lucas de Lima são autores de proposta que beneficia quem deseja converter ou comprar veículos GNV
11/04/2019 - 11:08 Por: Christiane Mesquita   Foto: Luciana Nassar


Gerson Claro explicou o programa de incentivo ao uso do GNV

O deputado estadual Gerson Claro (PP) explicou, ao subir na tribuna da Casa de Leis, nesta manhã (11), o texto do projeto de lei que institui o programa de incentivo à conversão de veículos a gás natural veicular (GNV). “Eu e o deputado Lucas de Lima [SD] elaboramos um projeto que incentiva o uso do GNV em território estadual, pois além de utilizar um recurso natural, é o modo de combustão que emite menos poluentes, preservando assim o meio-ambiente”, considerou o parlamentar. Segundo ele, o projeto de lei deverá ser apresentado nas próximas sessões plenárias. 

“Procuramos os principais envolvidos na execução de nossa proposta, nos reunimos com a Companhia de Gás de Mato Grosso do Sul [MSGás], levamos a matéria a conhecimento da Secretaria de Estado de Fazenda [Sefaz] e do governo do Estado. Acreditamos que haverá interesse do governador Reinaldo Azambuja em nosso projeto, pois traz ganho econômico e ambiental para o Estado”, explicou o deputado Gerson Claro.


O deputado Lucas de Lima é coautor da proposição

Gerson Claro relatou que a base da proposta é a isenção tributária para consumidores que adquirirem ou converterem seus veículos em GNV. “O programa também concede alguns incentivos, isenção em taxas para conversão, isenção ou diminuição da taxa cobrada pelo Inmetro e várias vantagens para fomentar o uso do gás natural. Com todos os incentivos do programa a frota existente de carros GNV aqui dobraria em um ano”, destacou.

O deputado Lucas de Lima constatou que os altos impostos cobrados é um dos motivos que impedem as pessoas de utilizar o gás natural veicular. “A população já tem muitos impostos e contas para pagar. Muito gasto em taxas, inclusive de documentação. Este nosso projeto, além de colaborar com o meio-ambiente, utilizando o combustível GNV, traz economia para o Estado e prolonga a vida do veículo, ao contrário do que dizem.


Professor Rinaldo, em aparte, concorda com o texto do projeto de lei

O deputado estadual Professor Rinaldo (PSDB) considerou que a ampliação na frota GNV será benéfica à sociedade sul-mato-grossense. “A mudança permite que cada vez mais possamos trabalhar na perspectiva das riquezas naturais que possuímos no Estado. Acredito que será de grande importância para todos se este programa for instituído”, analisou.

Já o deputado estadual Pedro Kemp (PT) está preocupado com a política de privatização do Poder Executivo. “Acredito que o governador do Estado deveria rever a política de privatização, tenho acompanhado há dois anos a desestatização da empresa MSGás, que não dá prejuízo ao estado e ainda pode nos propiciar um retorno econômico satisfatório”, registrou Kemp.

Permitida a reprodução , desde que contenha a assinatura "Agência ALMS".
Crédito obrigatório para as fotografias, no formato "Nome do fotógrafo/ALMS".