Brasão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul Brasão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul

“Muitos desistiram de votar”, reclama Barbosinha sobre eleição para conselheiro tutelar

Imagem: Barbosinha e Lidio Lopes falaram sobre falta de organização e demora para votar
Barbosinha e Lidio Lopes falaram sobre falta de organização e demora para votar
08/10/2019 - 11:43 Por: Heloíse Gimenes   Foto: Luciana Nassar

Uma hora e vinte cinco minutos foi o tempo médio que as pessoas levaram para votar na eleição para conselheiros tutelares, no município de Dourados, segundo o deputado estadual Barbosinha (DEM). Na tribuna, durante a sessão desta terça-feira (8), o parlamentar reclamou da organização e disse que faltou bom senso.

“Com mais de seis mil eleitores, o processo eleitoral para escolha dos novos conselheiros tutelares de Dourados, neste domingo, foi um verdadeiro caos. É absolutamente inimaginável e impossível pressupor que uma cidade como Dourados tenha estabelecido apenas um ponto de votação.  Pelo menos, quatro lugares de votação deveriam ter sido oferecidos. Quanto mais facilitar a ida das pessoas, mais democrático será o processo”, destacou.

Barbosinha afirmou que muitas pessoas saíram da fila e desistiram de votar. “Num pleito que não é obrigatório a votação, são poucas as pessoas que se dispõem a fazê-la. É lamentável, pois foi a escolha dos conselheiros responsáveis por zelar pela proteção de crianças e adolescentes”.

Em aparte, Lidio Lopes (PATRI) também falou da votação em Campo Grande. “13 candidatos reprovados recorreram à Justiça para continuar concorrendo. Eles conseguiram uma liminar e esse foi o motivo de alteração no processo previsto inicialmente. Por isso, não teve cédula para todo mundo”, explicou.

 

Permitida a reprodução do texto, desde que contenha a assinatura Agência ALEMS.
Crédito obrigatório para as fotografias, no formato Nome do fotógrafo/ALEMS.