Brasão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul
ALEMS no combate ao Coronavírus

ALEMS é finalista da 1ª edição do "Prêmio Assembleia Cidadã", da Unale

Imagem: Casa de Leis está concorrendo à premiação na categoria Atendimento ao Cidadão
Casa de Leis está concorrendo à premiação na categoria Atendimento ao Cidadão
21/11/2019 - 16:51 Por: Aline Kraemer   Foto: Aline Kraemer

A Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul (ALEMS) é finalista da primeira edição do "Prêmio Assembleia Cidadã", criado pela União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale) para incentivar projetos do legislativo estadual. A apresentação dos finalistas ao prêmio nas três categorias (Gestão, Atendimento ao Cidadão e Projetos Especiais) foi realizada na última quarta-feira (20), durante a cerimônia oficial de abertura da 23ª Conferência Nacional do Legisladores e Legislativos Estaduais (CNLE), em Salvador, na Bahia.


Casa de Leis ampliou projetos de acessibilidade física

Foto: Wagner Guimarães

“Estamos participando da CNLE que este ano trouxe a inovação de instituir o prêmio para as atividades desenvolvidas pelas assembleias legislativas no país. Estamos felizes e ficamos emocionados em assistir o vídeo que mostrou estarmos entres os finalistas na categoria Atendimento ao Cidadão, por meio do projeto ALEMS Acessível. Estamos animados, buscando apoio e parcerias dos outros estados, e que possamos sair vencedores para levarmos ao Mato Grosso do Sul esse prêmio”, pontuou o deputado Lidio Lopes (PATRI), que participa do evento nacional, juntamente com a delegação de Mato Grosso do Sul, integrada também pela secretária de Recursos Humanos da ALEMS, Marlene Figueira.

Concorrendo na categoria Atendimento ao Cidadão, ALEMS Acessível é o nome do projeto finalista que mostra a inclusão de deficientes, idosos e pessoas com mobilidade reduzida, por meio de duas frentes: acessibilidade física e comunicacional. Facilitar a entrada, o acesso às dependências e aumentar a comodidade de deficientes e de pessoas com mobilidade reduzida na ALEMS são aspectos detalhados na acessibilidade física. Já na acessibilidade comunicacional, foram apresentados os acessos ao conteúdo do site por pessoas com baixa visão, através de recursos de alto contraste e aumento de fonte; atalhos para a suíte VLibras e outras ferramentas de acessibilidade de deficientes a conteúdos digitais.

“As adequações que foram feitas na Assembleia Legislativa, tornaram-a mais acessível para as pessoas com deficiência física ou mobilidade reduzida. Com isso a democracia em Mato Grosso do Sul fica ainda mais fortalecida, possibilitando que todos os sul-mato-grossenses tenham acesso à Casa de Leis. Ver a nossa Casa Legislativa na final do Prêmio Assembleia Cidadã, promovido pela Unale, é o melhor reconhecimento que ganhamos pelos desafios vencidos ao longo da caminhada, com muito trabalho”, afirmou o primeiro secretário da ALEMS, deputado Zé Teixeira (DEM), ao falar do projeto de acessibilidade da ALEMS, iniciado na gestão passada e que segue na atual Legislatura.


Delegação da ALEMS participante da CNLE, em Salvador (BA)

Foto: Divulgação

Para elaboração do projeto, a equipe técnica da Assembleia Legislativa montou relatório com objetivos, aplicabilidade, metas cumpridas e a cumprir, balanço de atividades, proposta de ampliação do trabalho com o recurso decorrente do prêmio, além de um vídeo de 60 segundos. A ALEMS também concorreu nas outras duas categorias: Gestão e Projetos Especiais, com os projetos intitulados ALEMS Legal e ALEMS 40 Anos, respectivamente.

Conforme a Unale, os três vencedores serão anunciados e premiados na sexta-feira (22), durante a 23ª CNLE. Cada ganhador receberá a premiação de 20 mil reais para expansão dos projetos, o direito de usar o selo Assembleia Cidadã e posse, por um ano, do troféu transitório.

*Com informações das assessorias parlamentares.

Permitida a reprodução do texto, desde que contenha a assinatura Agência ALEMS.
Crédito obrigatório para as fotografias, no formato Nome do fotógrafo/ALEMS.