Brasão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul
ALEMS no combate ao Coronavírus

Em primeira audiência 100% virtual, deputados e especialistas debatem sobre Covid-19

Imagem: Participantes falaram sobre possíveis tratamentos para a doença e interagiram com internautas durante a audiência
Participantes falaram sobre possíveis tratamentos para a doença e interagiram com internautas durante a audiência
16/07/2020 - 17:48 Por: Evellyn Abelha   Foto: Divulgação Gerência de Mídias Sociais

Os possíveis tratamentos relacionados à doença Covid-19 foram debatidos na primeira audiência pública totalmente virtual realizada pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS). O evento proposto pelo deputado Capitão Contar (PSL) reuniu em videoconferência especialistas da área da Saúde nesta quinta-feira (16).

“Nossa intenção é passar informações relevantes sobre o protocolo de tratamento da Covid-19”, justificou o proponente da audiência. O presidente da Comissão de Saúde da ALEMS, deputado Antônio Vaz (Republicanos), também participou da reunião. “Temos que procurar ajudar, arrumar meios, reunir profissionais da área e saber o que pode ser feito para ajudar no combate à doença”, pontuou Vaz.

Três médicos participaram da videoconferência e defenderam o tratamento precoce da Covid-19 com drogas específicas. “Aqui no Brasil, a recomendação era ir ao médico quando o paciente sentisse falta de ar. Se for esperar, infelizmente será tarde. A ideia é assistência médica nos primeiros sinais de sintoma. Não estamos inventando nada. Em toda doença tratada precocemente, as chances de resultados são maiores”, justificou o médico Sandro Benites.

De acordo com Benites, há profissionais da Saúde que conseguiram implantar o tratamento precoce e mostraram resultados. “Temos a associação da hidroxicloroquina, azitromicina, zinco, ivermectina e vitamina D. Tivemos o privilégio de termos colegas utilizando protocolos aplicados no exterior e em cidades no Brasil que apresentaram resultado”, disse.


Evento foi conduzido remotamente pelo proponente, deputado Capitão Contar

Foto: Assessoria Parlamentar Capitão Contar

Para o médico Marcelo Vilela, o objetivo principal do tratamento com esses medicamentos é evitar que a doença evolua até a fase inflamatória. “Não é esperar os sintomas piorarem. Estamos praticando tratamento precoce. Hoje existe um protocolo mais robusto e isso tem diminuído os casos graves, como estamos vendo na cidade de Belém, no Pará. Os efeitos colaterais dos medicamentos são toleráveis. Essas drogas são confiáveis e usadas há muitos anos. Os países com protocolo precoce estão controlando os casos”, defendeu Vilela.

O médico e deputado federal Luiz Ovando (PSL-MS) também participou da audiência pública remota. Ele relembrou o início da doença na China e a chegada do vírus ao Brasil. Segundo o parlamentar, o tratamento precoce é fundamental. “O vírus precisa ser tratado. A ciência já provou que a hidroxicloroquina funciona. O que resolve é tratamento. Podemos fazer prevenção com esse protocolo que está sendo usado aqui em Campo Grande”, destacou o deputado.

Ovando agradeceu a iniciativa da audiência pública e passou orientações aos cidadãos. “Quero dizer para a população que não se assuste, siga as orientações, participe do processo e tome os cuidados necessários. Também precisamos exigir atitudes daqueles que têm que operacionalizar as ações”, afirmou.

Durante o evento, o público pôde fazer interações ao vivo por meio das mídias sociais, com envio de mensagem diretas aos deputados e médicos. A internauta Vânia Leite questionou os profissionais da Saúde sobre a perspectiva de diminuição dos casos de Covid-19 em Campo Grande. O questionamento foi respondido pelo médico Marcelo Vilela. “Vamos passar uns dois meses com aumento. Queremos reverter isso com o tratamento precoce”, explicou.

Ao encerrar a audiência, o deputado Capitão Contar reforçou a participação da população e do Poder Legislativo nas ações de combate à Covid-19. “É importante que nós deputados e vereadores, junto com a população, fiscalizemos o recebimento de medicamentos e equipamentos, além de denunciarmos irregularidades. O sucesso depende da participação de todos”, finalizou.

Confira às ações da Casa de Leis contra a Covid-19, nas edições 1, 2 e 3 do informativo ALEMS no Combate ao Coronavírus.

Veja no vídeo, produzido pela TV ALEMS, as orientações para prevenir a doença:

Permitida a reprodução do texto, desde que contenha a assinatura Agência ALEMS.
Crédito obrigatório para as fotografias, no formato Nome do fotógrafo/ALEMS.