Brasão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul
ALEMS no combate ao Coronavírus

Trabalho de Onevan assegura asfaltamento da Estrada da Balsinha

Imagem: Deputado Estadual Onevan de Matos
Deputado Estadual Onevan de Matos
24/07/2020 - 11:04 Por: Fernando Ortega – DRT/MS: 34   Foto: Victor Chileno - Arquivo

Governo do Estado publicará nos próximos dias edital de licitação da MS-290

Assembleia Legislativa (24/07/20) – Uma das prioridades de seu trabalho político-parlamentar, o deputado estadual Onevan de Matos recebeu a confirmação, nesta manhã, que o Governo do Estado publicará nos próximos dias o edital de licitação do asfaltamento da MS-290 – a conhecida “Estrada da Balsinha”, no Conesul de Mato Grosso do Sul.

Estrada da Balsinha – A MS-290 (Estrada da Balsinha), que interliga a BR-163 a MS-180 (Juti – Iguatemi), é utilizada por milhares de trabalhadores de uma usina de cana-de-açúcar e álcool, pelos agricultores familiares do Assentamento Auxiliadora (Iguatemi), bem como é rota de escoamento da produção da região.

“A Estrada da Balsinha é fundamental para o desenvolvimento socioeconômico do Conesul e, também, de Mato Grosso do Sul. Durante anos trabalhei por sua recuperação, posteriormente liderei a aprovação de sua estadualização na Assembleia Legislativa e, agora, é a vez do tão sonhado asfalto”, comemorou o deputado estadual Onevan de Matos.

Asfaltamento – De acordo com o gestor de Assistência da Agesul de Naviraí, José Roberto Alves, a extensão da MS-290 (Estrada da Balsinha) é de 32,5 quilômetros, cujo leito que será asfaltado abrange os municípios de Naviraí, Itaquiraí e Iguatemi.

“Não posso deixar de agradecer ao governador Reinaldo Azambuja, ao vice-governador e secretário Murilo Zauith (Infraestrutura) e toda sua equipe por acolher esta importante reivindicação da agricultura familiar e do setor produtivo e transformar o asfalto da MS-290 – da nossa Estrada da Balsinha – em realidade”, concluiu o deputado estadual Onevan de Matos.

As matérias no espaço destinado à Assessoria dos Parlamentares são de inteira responsabilidade dos gabinetes dos deputados.