Brasão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul
ALEMS no combate ao Coronavírus

Neno solicita instalação de sinalização de trânsito no perímetro urbano de Água Clara

Imagem:
22/11/2021 - 12:02 Por: Assessoria de comunicação    Foto: Luciana Nassar

Após pedidos de moradores do município de Água Clara, o deputado Neno Razuk (PTB) solicitou ao Governo do Estado e ao Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) um estudo de viabilidade técnica para a instalação de sinalização horizontal e vertical para ordenamento do trânsito na zona urbana de Água Clara. A proposição atende o pedido do vereador Ricardo (PTB) que apontou as dificuldades dos condutores, visto que o município faz parte da rota para a divisa de São Paulo.

Na proposição o deputado informou ao órgão competente que a deficiência na sinalização de trânsito tem dificultado a mobilidade de condutores e pedestres que trafegam na região. “A dificuldade é sentida até mesmo dos visitantes que utilizam apenas o trecho da BR-262 para chegar a Três Lagoas e outros destinos, como cidades do interior de São Paulo”, afirmou Neno que recebeu o pedido diretamente do vereador Ricardo (PTB).

“Água Clara vem enfrentamos problemas com a falta de sinalização de trânsito devido o aumento no número dos veículos que trafegam na região. Apresentamos as justificativas mostrando que o  município necessita de placas indicando escolas, hospitais, Câmara Municipal e delegacias, sinalização vertical e  horizontal, faixas de pedestres, entre outros que garanta a segurança dos pedestres e dos condutores”, enumerou o vereador que afirmou ser um pedido constante dos moradores e necessário para evitar acidentes.

Neno também reforçou a  importância do investimento em sinalização funcional e que leve segurança a todos. “São ações que melhoram a logística de trânsito e a sinalização vai melhorar o fluxo de veículos, principalmente por ser um local de passagem para caminhoneiros”.

 

As matérias no espaço destinado à Assessoria dos Parlamentares são de inteira responsabilidade dos gabinetes dos deputados.