Brasão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul Brasão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul

Coronel David e médicos otorrinos vão ao MP após rompimento de contrato com Cassems

Imagem:
05/09/2019 - 12:38 Por: Taciane Peres - DRT 512/MS   Foto:

O deputado estadual Coronel David (PSL), participou nesta quarta-feira (4), de uma reunião com Promotores de Justiça do Ministério Público e médicos otorrinolaringologistas para discutir o descredenciamento dos profissionais em relação ao atendimento dos conveniados da Cassems.

Na ocasião, o parlamentar acompanhou o presidente da Cooperativa de Otorrinolaringologistas, Dr. Edil Afonso Albuquerque Jr., e os médicos Dr. Eduardo Gimenez Coletti, Dr. Renato Lúcio Martins para apresentar à Dra. Filomena Aparecida Depolito Fluminhan, da 32​⁰ Promotoria e ao Promotor de Justiça Dr. Luiz Eduardo Lemos de Almeida, responsável pelas atividades de proteção e defesa do consumidor, informações relativas ao desligamento dos 54 médicos otorrinolaringologistas.  

“Buscamos o auxílio do Ministério Público para que seja verificada essa situação, pois queremos que a qualidade no atendimento seja preservada, a relação médico/paciente mantida e ninguém seja prejudicado por relações contratuais. É preciso ter uma continuidade no atendimento aos pacientes que os especialistas estavam atendendo, pois muitos já tem cirurgias agendadas. O paciente que está passando por uma situação de fragilidade deve ser respeitado”, destacou Coronel David.

“Queremos saber qual é o critério adotado para o descredenciamento destes profissionais. Sabemos que o contrato foi feito com uma empresa que não pertence ao Estado. Essa decisão também está gerando insegurança aos pacientes, que contavam com o atendimento dos médicos especializados, além de diminuir a oferta no atendimento. Gostaríamos que o Ministério Público tomasse conhecimento dessa situação, para trazer mais segurança à sociedade”, disse o presidente da Cooperativa de Otorrinolaringologistas,  Edil Albuquerque Júnior.

As matérias no espaço destinado à Assessoria dos Parlamentares são de inteira responsabilidade dos gabinetes dos deputados.