Brasão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul Brasão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul

Vaz instrui secretários municipais sobre nova politica de financiamento do Previne Brasil

Imagem:
14/02/2020 - 17:28 Por: Adriana Ximenes   Foto: Israel Santos

 

O presidente da Comissão Permanente da Saúde, deputado estadual Antônio Vaz (Republicanos), realizou nesta sexta-feira (14), uma audiência pública que discutiu os avanços e dificuldades da programação orçamentária de 2020 e as mudanças na portaria 2.979 Programa Previne Brasil,  que deverá tratar do custeio da saúde e prevenções de epidêmicas como dengue, zika virus e outras.

Para o deputado Antônio Vaz, é de suma importância essa audiência, pois é através dela que secretários da saúde vão se inteirar sobre portaria, é necessário que os municípios tenham disciplinas e se adequem às regras para receberem os investimentos. “O financiamento tem como objetivo incentivar a saúde pública, visando o que cada cidade necessita mais” disse.  

Participaram do evento, a promotora de justiça, Filomena Aparecida, secretária de saúde, representando o governo estadual, Edelma Tiburcio, representando a defensoria pública, Dr Hiram de Santana, secretário municipal de Corumbá Rogério leite, coordenador do núcleo de apoio a saúde da família Caio Aguirre, vereador  Nivaldinho de rio verde, coordenadora de ações em saúde Karine Cavalcante.

 

A promotora Filomena, ressaltou que existem muitas dúvidas sobre essa nova portaria.

“Estou participando da audiência, pois acredito que essa mudança pode trazer melhoras para saúde do estado do Mato Grosso do Sul” ressaltou.

Conforme a coordenadora Karine, a nova politica de financiamento do ministério da saúde vem trazendo mudanças significativas, uma das principais mudanças é a questão do repasse que antigamente era feito baseado no número da população do IBGE, agora com essa mudança os municípios deverão realizar um cadastramento no serviço de atenção primária de saúde.

As matérias no espaço destinado à Assessoria dos Parlamentares são de inteira responsabilidade dos gabinetes dos deputados.